12 Artistas que largaram a Arquitetura

Já reparou a quantidade de pessoas que cursa Arquitetura e Urbanismo e opta por largar o curso? Ou então se forma e depois parte para outra profissão?

Fizemos uma pesquisa entre algumas personalidades para tentar entender o que as levou a esta escolha, e o que escolheram como carreira.

Primeiro então, vamos listar e comentar rapidamente cada personalidade que julgamos que seria interessante que aparecesse aqui:


ROGER MOREIRA _Ultraje a Rigor

roger_ultraje

O vocalista da banda Ultraje a Rigor cursou Arquitetura até o terceiro ano na Universidade Mackenzie, em São Paulo.

Possuidor de um QI superior (172), era bom aluno, e os testes vocacionais que fez na adolescência sempre indicaram o caminho da música, porém optou por cursar Arquitetura para agradar aos pais.

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Roger_Moreira


BRAGUINHA

braguinha

Carlos Alberto Ferreira Braga, nascido no Rio de Janeiro, estudou no Colégio Batista, onde conheceu Henrique Brito, violinista. Essa amizade despertou em Braguinha o interesse pela música, e aos 16 anos compôs sua primeira obra com letra e música Vestidinho Encarnado.

Com a união de mais colegas, em 1928 formou o grupo chamado Flor do Tempo, após tornaram-se Bando dos Tangarás.

Na família era chamada de Carlinhos e pelos amigos de Braguinha, mas seu pai não queria ver o nome da família envolvido com a música popular, devido a preconceitos da época. ele então, estudante de arquitetura, inspirou-se no pássaro arquiteto para criar seu pseudônimo João de Barro.

fonte: http://www.braguinha.ag.com.br/






CARLOS MORENO

carlos-moreno

Carlos Alberto Bonetti Moreno, é ator brasileiro conhecido por ser o garoto propaganda da marca Bombril de longa data. Além disso fez parte do programa rá-tim-bum, da TV cultura em 1989, e do quadro Cruzeiro no programa Viva o Gordo com Jô Soares e Paulo Silvino.

Carlos cursou arquitetura pela FAU, formou-se e fez pós-graduação nos EUA, porém nunca exerceu a profissão. Seu lado artístico pesou mais para o lado teatral e seguiu a carreira de ator.

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Moreno


CHICO BUARQUE

chico-buarque

Francisco Buarque de Hollanda nasceu em 19 de junho de 1944 na cidade do Rio de Janeiro, filho de Sérgio Buarque de Hollanda (1902–1982), um importante historiador e jornalista brasileiro, e de Maria Amélia Cesário Alvim (1910–2010), pintora e pianista.

Chico Buarque chegou a ingressar no curso de Arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo em 1963. Cursou dois anos e parou em 1965, quando começou a se dedicar à carreira artística.

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Chico_Buarque


CRISTIANO MASCARO

cristiano mascaro

Cristiano Mascaro é um arquiteto e um dos mais importantes fotógrafos da urbe e da arquitetura da capital paulista, que documenta sistematicamente há mais de duas décadas.

Mestre em estruturas ambientais urbanas, com a dissertação O Uso da Fotografia na Interpretação do Espaço Urbano(1986) e Doutor (1994), com a tese A Fotografia e a Arquitetura, ambos pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde dirigiu o Laboratório de Recursos Audiovisuais entre 1974 e 1988. Foi professor de fotojornalismo da Enfoco Escola de Fotografia (1972-1975) e de comunicação visual na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos (1976-1986).

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cristiano_Mascaro






FERNANDO MEIRELLES

meirelles

Fernando Meirelles nasceu na cidade de São Paulo no dia 9 de novembro de 1955. Seu pai é médico gastroenterologista e viajava com razoável frequência para a Ásia e a América do Norte, entre outras regiões do mundo, o que favoreceu Meirelles a manter contato com diferentes culturas e locais, acompanhando o pai. Quando completou doze anos de idade, seu pai lhe presenteou com uma filmadora, passa-tempo do qual não abandonou.

Cursou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo durante a década de 1980. Diferente dos colegas de classe, em seu trabalho de conclusão do curso, Meirelles apresentou um filme. Em conjunto de quatro amigos — Paulo Morelli, Marcelo Machado, Dário Vizeu e Beto Salatini —, Meirelles fundou uma produtora cinematográfica intitulada “Olhar Eletrônico”. A produtora independente iniciou suas atividades desenvolvendo curtas experimentais, e fez história ao criar conteúdo audiovisual para televisão, em época que cada emissora produzia seu próprio conteúdo. Olhar Eletrônico venceu três prémios no primeiro Festival Videobrasil, em 1983 com os filmes Marly NormalGarotos do Subúrbio e Brasília.

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Meirelles


 

FALCÃO

falcão

Marcondes Falcão Maia mais conhecido pelo seu nome artístico Falcão, é um humorista, cantor, apresentador e compositor brega notado pelo estilo irreverente e cômico. Falcão nasceu em Pereiro, no interior do Ceará, onde morou até os 12 anos em uma casa simples e sem eletricidade. Por influência do pai, o farmacêutico da cidade e “o único lá em Pereiro que tinha uma radiola, com uma coleção grande de discos, de gosto muito eclético”, escuta música italiana e cantores como Waldick Soriano, Núbia Lafayete, Nelson Gonçalves, e Orlando Silva. Ocasionalmente também captava através de rádios cariocas como Rádio Globo, Nacional, e Tupi as músicas dos Beatles e da Jovem Guarda. Em 1970 muda-se de vez para Fortaleza para frequentar a escola no colégio Júlia Jorge, na Parquelândia. Aprende o violão junto com os irmãos, e conhece seu futuro parceiro musical Tarcísio Matos.

Por gostar de desenhar, opta pela área de arquitetura. Após se formar técnico em edificações na Escola Técnica Federal do Ceará em 1978, Falcão começa a trabalhar como desenhista enquanto tentava o vestibular da Universidade Federal do Ceará, na qual ingressou no curso de Arquitetura depois de cinco tentativas em 1982. Ao mesmo tempo, investia na carreira artística. Em 1980 funda, juntamente com Flávio Paiva, Matos, Eugênia Nogueira e outros estudantes de comunicação social, a publicação Um Jornal Sem Regras, cujos integrantes também formaram um grupo musical, o Bufo-Bufo. As composições eram irreverentes mas com consciência política, já que Matos e Paiva queriam fazer uma coisa mais séria pendendo pra MPB, mas Falcão mudava as letras para ficarem mais cômicas. Formou-se em Arquitetura em 1988 e abriu um escritório com colegas no qual trabalhou por três anos, até resolver focar mesmo na música.

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Falc%C3%A3o_(cantor)


GUILHERME ARANTES

guilherme-arantes

Cantor e compositor, Guilherme Arantes iniciou sua carreira nos conturbados anos 70, porém, assim como outras personalidades dessa lista, conciliou por um tempo os estudos na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP com sua carreira de músico. Em 1976, aos 23 anos, Arantes abandona a FAU e resolve se dedicar à vida artística.

fonte: http://www.archdaily.com.br/br/765809/personalidades-brasileiras-que-deixaram-a-arquitetura-para-fazer-sucesso


HERBERT VIANNA

herbert vianna

Líder da banda Paralamas do Sucesso, Herbert Vianna estudou arquitetura e urbanismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro, localizada na Ilha do Fundão, na capital fluminense. No caminho que fazia diariamente de sua casa até a faculdade, Herbert passava em frente à comunidade que inspirou a música Alagados, do terceiro álbum da banda, Selvagem, de 1986.

fonte: http://www.archdaily.com.br/br/765809/personalidades-brasileiras-que-deixaram-a-arquitetura-para-fazer-sucesso


HUMBERTO GESSINGER

humberto gessinger

Humberto Gessinger cursou a Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, porém não até o fim. Em 1986 gravou com os Engenheiros do Hawaii seu primeiro disco, Longe Demais das Capitais sendo o único integrante original a permanecer na banda até entrarem em hiato, iniciado em 2008. É casado com a arquiteta Adriane Sesti, antiga colega de escola e faculdade, e com ela tem uma filha chamada Clara (nascida em 1992).

fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Humberto_Gessinger


MILTON HATOUM

Milton-Ratoun

Hatoum é um escritor, tradutor e professor brasileiro, considerados por muitos um dos grandes escritores brasileiros ainda em atividade. Após concluir seus estudos secundários em Brasília, Milton Hatoun se muda para São Paulo em 1970, onde, três anos depois, ingressa na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Apesar de ter concluído seus estudos, é à literatura que Hatoum se dedica, entretanto, a arquitetura nunca o deixou: seu romance Cinzas do Norte trata, entre outras coisas, da miséria das habitações populares na Amazônia.

fonte: http://www.archdaily.com.br/br/765809/personalidades-brasileiras-que-deixaram-a-arquitetura-para-fazer-sucesso


TOM JOBIM

tom-jobim

Autor de Garota de IpanemaÁguas de Março Chega de Saudade, para citar apenas algumas, Antônio Carlos Jobim também trilhou, mesmo que brevemente, caminhos pela arquitetura. Em 1945, com apenas 18 anos, Tom Jobim cursava o primeiro ano da Faculdade Nacional de Arquitetura do Rio de Janeiro, mais antigo curso de arquitetura no Brasil, com origens na Academia de Belas Artes. Durante o primeiro ano do curso, Jobim até chegou a trabalhar em um escritório de arquitetura, porém, seu interesse pela música o fez largar os estudos antes de iniciar o segundo ano.

fonte: http://www.archdaily.com.br/br/765809/personalidades-brasileiras-que-deixaram-a-arquitetura-para-fazer-sucesso


Podemos perceber que todos estas personalidades optaram por carreiras que se assemelham a Arquitetura, pois Arquitetura e Arte se confundem, então podemos presumir que o motivo pelo qual escolheram, inicialmente, o caminho da Arquitetura seria sua vocação artística.

Conhecia esses artistas? Já sabia que eles tinham relação com a arquitetura?

Conhece mais algum famoso que largou a arquitetura?

Comenta aí!!!


ASSINATURA_VANESSA17

Facebook Comments

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *