E quando a ideia é construir próximo a rios e matas?

O arquiteto é responsável pelo bom planejamento de um projeto, seja ele em meio urbano ou rural, mas quando se trata de conciliá-lo com a natureza parece que as coisas complicam e a maioria adere a métodos mais comuns, ignorando a importância que a natureza tem (e devastando tudo que há pela frente).

O rio é um elemento de fundamental importância à região, população, fauna e flora local, modificando seus hábitos conforme os períodos do ano e a vazão. Quando a ideia é construir próximo a rios e matas, temos que ter mais cuidados do que somente respeitar os limites descritos em leis e plano diretor (que em sua maioria não abrange todas as restrições que deveria).

O ser humano pode estar integrado à natureza sem que haja devastação, e a construção ideal seria aquela que proporciona contato com a natureza, atentando para sua preservação de modo que haja o mínimo de interferência no habitat dos animais, optando pelo emprego de materiais locais – mais comumente a madeira, por ser característico do local e se adequar bem ao ambiente – em sua estrutura, fechamentos, coberturas, e demais componentes do projeto.


mata-atlantica


As formas da natureza podem servir de inspiração para a volumetria, como foi feito no projeto apresentado no concurso Internacional NOA – Nature Observatory of Amazonia do Arquideas:

”Foram adotadas formas sinuosas remetendo ao formato dos rios da região, de maneira que a construção não se destaque excessivamente do ambiente, mesclando-se da maneira mais sutil e natural possível. De modo que mantenha a naturalidade também foi feito uso das formas espirais baseadas na proporção áurea, que estabelece padrões seguidos em toda a natureza. Na passarela principal e seus ramos pode-se notar de maneira desconstruída o formato usado pelos seringueiros para extração do látex, inserido no projeto como referência à população local.” Citação em projeto apresentado no Concurso Internacional NOA-2014 – Autoria: Vanessa de Negri e Vinícius F. Martins


amazonia1

Amazonia-Brasileira


”Analisando a Floresta Amazônica e o tratamento dado a ela, percebemos que o Brasil possui um índice elevado de desmatamentos e descaso com a preservação da floresta, que já ocorre a alguns anos, isto é preocupante, ainda mais por ser o país que abriga maior área da floresta.” Citação em projeto apresentado no Concurso Internacional NOA-2014 _ Autoria: Vanessa de Negri e Vinícius F. Martins






images


post por:

ASSINATURA_VANESSA17


CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES SOBRE O MUNDO ARQUITETÔNICO

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *