Filme ”Tempos Modernos” abre nossos olhos para problemas

O filme “Tempos Modernos” nos mostra a relação entre homem e máquina, e faz críticas aos objetivos e meios do capitalismo. Podemos dizer que são críticas atuais visto que a produção desenfreada continua existindo, aliada à tecnologia e a praticidade visando lucro e otimização do tempo.

As pessoas são operários com funções e movimentos repetitivos, fadados à rotina e ao controle do tempo, esquecendo-se (ou proibindo-se) de cuidar de sua saúde e aproveitar (ou quem sabe ter) momentos de lazer.


Tempos Modernos


 

Existe um trecho de uma música da banda O Teatro Mágico que se encaixa no contexto: “me mato pra não morrer”. As cenas do filme, principalmente quando Chaplin é engolido para dentro da máquina onde trabalha, nos mostram uma crítica sobre como o capitalismo nos força a fazer parte dele, como se fossemos uma de suas engrenagens, seja para simplesmente sobreviver, seja para satisfazer o ego.

O capitalismo facilita a vida dos ricos e dificulta a dos pobres, fazendo com que algumas pessoas busquem no crime uma maneira de se integrar ao sistema e suprir suas necessidades.

A cidade é sinônimo de caos, então a prisão possibilita, no filme, a fuga de tudo isso. As diversas cenas em que Chaplin é preso nos mostram o quanto as pessoas eram vigiadas e reprimidas. Temos uma falsa liberdade, nos iludindo que somos donos de nossas vidas e escolhas, quando na verdade somos limitados e induzidos.

As pessoas competem para arrecadar fortunas e bens materiais; o filme nos mostra que a vida é mais do que isso. A felicidade somos nós que fazemos – e necessidades a parte – não precisamos de dinheiro. A generosidade mostra o quão bom e sensato você é…






modern-times-charles-chaplin-1936

Chaplinpreso-thumb-800x600-82039


post por:

ASSINATURA_VANESSA17


CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES SOBRE O MUNDO ARQUITETÔNICO

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *