Um breve relato sobre: Surrealismo

Em que consiste

Diante dos estudos psicanalíticos de Freud e as incertezas políticas da época, o desenvolvimento de uma arte que criticava a cultura européia e a frágil condição humana, foi favorecido. A partir daí, surgem movimentos estéticos que interferem de maneira fantasiosa na realidade.

O surrealismo foi um movimento artístico e literário, baseado na representação do irracional e do inconsciente na atividade criativa. Suas origens estão no Dadaísmo, contando com alguns de seus representantes.

Este movimento se baseia na manifestação livre da imaginação, sem o senso crítico, pois o que vale é o impulso psíquico. Os artistas surrealistas deixam o mundo real e penetram no irreal, se expressando livremente.

O principal líder do movimento surrealista é André Breton, escritor francês, que publicou o Manifesto do Surrealismo, em 1924, trazendo ao mundo uma nova maneira de enxergar a arte. O Manifesto consistia basicamente em propor uma restauração dos sentimentos e do instinto humanos, como ponto de partida para uma nova linguagem artística, para tal, o homem deveria ter uma visão totalmente introspectiva de si mesmo e encontrasse esse ponto do espírito no qual a realidade interna e externa é percebida isentas de contradições.

Métodos da psicanálise freudiana, como, a livre associação e a análise dos sonhos, transformaram-se nos procedimentos básicos do surrealismo, porém aplicados a seu modo.

O surrealismo possui relações com o Dadaísmo. No Dadaísmo era proposto apenas a destruição, já o Surrealismo propõe a destruição da sociedade em que viviam e a criação de uma nova, organizada em outros fundamentos. Desta forma, pretendiam atingir outra realidade, situada no inconsciente.


Características

O Surrealismo se baseia na combinação do representativo, do abstrato, do irreal e do inconsciente. A libertação das exigências da lógica e da razão, indo além da consciência cotidiana, adotando uma realidade superior, chamada de “maravilhosa”.

Fazem uso de colagem e escrita automática – busca o impulso criativo artístico através do acado e do fluxo de consciência despejado sobre a obra. Procura-se escrever no momento, sem planejamento, normalmente como atividade coletiva que vai se completando.

 Outras características do movimento são a expressão do inconsciente e dos sonhos, uso do humor e contralógica, objetivando a libertação do homem da existência utilitária.






Artistas representantes

Salvador Dali, Joan Miró, Max Ernest, René Magritte, Marc Chagall, Ivez Tanguy, Antonin Artaud, Luis Buñuel, Giorgio de Chirico, Paul Klee, Marcel Duchamp, Francis Picabia, Alberto Giacometti, Diego Rivera e Leon Trotski e André Masson.


Obras surrealistas:

1

O Carnaval do Arlequim – Joan Miró

2

A Persistência da Memória – Salvador Dali – 1931

3

Invenção Coletiva – René Magritte      

4“Le Fils de I’homme” – René Magritte

5

“Metamorfose” – Salvador Dali


Post por:

ASSINATURA_VANESSA17


CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES SOBRE O MUNDO ARQUITETÔNICO

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *