MOVIMENTOS ARTÍSTICOS _ COMO COMPREENDER A ARTE?

A arte sempre desempenhou papel fundamental no entendimento da experiência humana, estando presente em todos os períodos da história e influenciando diversas áreas, inclusive a arquitetura.

Como mencionei na post Artistas que largaram a Arquitetura _ Vocação Artística, a arte possui uma ligação muito forte com a arquitetura; Arquitetura e Arte se confundem.

Durante diferentes épocas, existiram diferentes estilos e movimentos artísticos. Abaixo tem uma breve explicação, leia e veja qual é o seu preferido.


Renascimento

Atinge o apogeu no século XVI, sobretudo na Itália. O ideal renascentista diz respeito àrestauração dos valores do mundo clássico greco-romano e é marcado pela crença em uma capacidade ilimitada da criação humana. É impulsionado pelo progresso econômico das cidades italianas, dominadas por uma rica burguesia, interessada nas letras e nas artes. Nomes: Leonardo da Vinci e Michelangelo.

monalisa1000

Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci

Barroco

Surge na Europa nos séculos XVII, buscando conciliar a espiritualidade da Idade Média com a racionalidade do Renascentismo. Sua característica é o contraste, com obras rebuscadas, que expressam exuberância e emoções extremas. Os expoentes são o italiano Caravaggio e o holandês Rembrandt, na pintura, e no Brasil, quando o Barroco dá início à arte nacional ligada à igreja, é o entalhador e escultor Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.

Romantismo

Tendência que se manifesta do fim do século XVIII até o fim do século XIX. Caracteriza-se pordefender a liberdade de criação e privilegiar a emoção, com obras que valorizam o individualismo, o sofrimento amoroso, a natureza e o passado. O movimento é influenciado pela tese do filósofo Jean-Jacques Rosseau de que o homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe. Nome na pintura: Francisco Goya.

Primitivismo

Tipo de pintura desenvolvida por artistas de origem popular, com pouca ou nenhuma formação técnica, desvinculada de padrões acadêmicos e de preocupações estéticas ou vanguardistas. Refere-se a telas consideradas ingênuas ou exóticas. O rótulo surge em 1886, na França, por iniciativa de intelectuais que enaltecem criações populares. No Brasil, Heitor dos Prazeres e Mestre Vitalino são representantes da arte primitiva.

Simbolismo

Movimento que se desenvolveu no fim do século XIX e caracteriza-se pelo subjetivismo, individualismo e misticismo. Rejeita a abordagem da realidade e a valorização do social feitas pelo realismo e pelo naturalismo. Nas artes plásticas, busca-se uma síntese entre a percepção dos sentidos e a reflexão intelectual. Entre os pintores destacados estão o francês Odilon Redon e o austríaco Gustav Klimt.

Impressionismo

Surge no final do século XIX, na França. O movimento constitui-se no marco da arte moderna, como o início da dissolução da representação figurativa. Embora retratem paisagens, osimpressionistas buscam apreender o instante em que a ação se dá na retina do espectador. Para tanto, dão enorme importância à luz natural e à decomposição das cores. Nomes: Claude Monet e Edgar Degas.

Expressionismo

Originado no fim do século XIX, caracteriza-se pela ênfase na subjetividade. Nas artes plásticas, os aspectos mais significativos são o distanciamento da representação figurativa e o uso arbitrário de cores e traços fortes, com formas contorcidas e dramáticas. Com a intenção de captar estados mentais, vários quadros mostram figuras deformadas, como o personagem de O Grito, de Edvard Munch. O precursor do movimento é o holandês Vincent Van Gogh.

van-gogh-no-masp

A Arlesiana, de Vincent Van Gogh

Abstracionismo

No início do século XX, as vanguardas europeias recusam a herança renascentista de representar fielmente cenas da realidade em suas pinturas. Passam, então a dar ênfase às formas e às cores. Há dois tipos de abstracionismo: o informal – ou subjetivo -, que privilegia formas livres, e o geométrico – ou objetivo -, de técnica mais rigorosa e sem a intenção de expressar sentimentos ou ideias. Russo Vassily Kandinsky e o holandês Piet Mondrian.

Composition-with-red-yellow-blue-and-black

Composição, de Mondrian

Cubismo

Tendência das artes plásticas, sobretudo da pintura, que surge no início do século XX. É o mais influente movimento desse século. Os artistas pintam objetos achatados, eliminando a ilusão de tridimensionalidade. Revelam, porém, várias faces da figura ao mesmo tempo. Retratam formas geométricas, como cubos e cilindros que fazem parte da estrutura de figuras humanas e de objetos que pintam. O grande nome do movimento é Pablo Picasso.

picasso_les_demoiselles_davignon

Les Demoiselles d’Avignon, de Pablo Picasso

Surrealismo

Surge nos anos 1920, na França, influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud,enfatiza o papel do inconsciente na criação. Defende a ideia de que a arte deve libertar-se das exigências da lógica e expressar o inconsciente e os sonhos, livre do controle da razão e de preocupações estéticas e morais. Na pintura destacam-se o belga René Magritte, o alemão Max Ernst e o espanhol Salvador Dalí.

Modernismo

No Brasil, o termo identifica o movimento desencadeado pela Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo. Seus idealizadores rejeitam as influências estrangeiras, defendendo a assimilação das estéticas internacionais para mesclá-las com a cultura nacional, originando uma arte vinculada à realidade brasileira. Na época a ideia não foi bem aceita, mas pouco a pouco ganhou espaço e nos influência até os dias de hoje. Nas artes plásticas se destacaram a pintora Tarsila do Amaral e o escultor Victor Brecheret (falo dele em uma próxima postagem, assim que tiver o link pronto colocarei aqui).

mi_16663203143650364

Abaporu, de Tarsila do Amaral

Pop Art

Estilo das artes plásticas que explora elementos da cultura de massa e da sociedade de consumo. Surge na década de 1950, no Reino Unido, e ganha força nos EUA. A linguagem da publicidade e da televisão, as embalagens industrializadas e os ídolos populares são a base das criações. A pop art pretende fazer uma crítica ao mundo capitalista e seu modo de produção. O principal expoente é o norte-americano Andy Warhol.

andy

Marilyn Monroe, de Andy Warhol


fonte: Revista Guia do Estudante – edição 5 – especial Enem de 2009 –  Editora Abril.


CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES SOBRE O MUNDO ARQUITETÔNICO

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *